segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

O CIGARRO COMBATE O MAL DE ALZHEIMER.

Demonizado pelos politicamente corretos,  nunca se poderia esperar que alguém, algum dia viria redimir o cigarro. Mas foi o que aconteceu: diversos pesquisadores afirmam que os fumantes apresentam menos casos de Mal de Parkinson e Mal de Alzheimer.  A nicotina ofereçe alguma proteção contra toxinas do ambiente, que se acredita desencadear o Mal de Parkinson. Estudos mostram que OS FUMANTES TÊM CHANCES 50% MENORES DE DESENVOLVER ESSAS MOLÉSTIAS.
A explicação poderia estar nos receptores de um neurotransmissor chamado acetilcolina, que podem ser estimulados pela nicotina e que se esgotam em pacientes dessa doença. Pesquisas  da década de 80 indicaram que QUEM FUMA TEM RISCO 70% MENOR DE ADQUIRIR O MAL DE ALZHEIMER.  No entanto, por pressões dos politicamente corretos as gigantes da indústria farmacêutica como as empresas Marion Merrell Dow e Ciba-Geigy disseram não ter nenhum interesse em pesquisar a nicotina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A FÓRMULA DA ESQUERDA DE MINAR A DEMOCRACIA.

A democracia não se configura tão somente pelas eleições diretas. O que caracterizada a democracia é uma complexa rede de direitos, obrigaç...