terça-feira, 28 de julho de 2015

O assistencialismo criou uma CUBA dentro do Brasil

As melhoras sociais no Brasil na última década, deve-se ao fato do PT ter deixado a oposição e aderido às políticas neoliberais, as quais permitiram um significativo e pujante crescimento da economia no período de onde se permitiu um grande consumo de produtos e serviços e, consequentemente as maiores chances de emprego. O PT no governo praticou, sem nenhuma vergonha na cara o assistencialismo clássico , admitindo assim que, há uma parcela enorme da sociedade que é excluída por natureza, e não por maldades do capitalismo. Assim, foi criado, dentro do Brasil, uma CUBONA, onde cerca de 30 milhões de pessoas sobrevivem como animais, apenas com a ração contada do dia a dia. Agora, a ONU aceitar os dados do governo na questão do combate à fome, francamente, chega ao limite da patifaria pura e simples.
O ser humano, ao contrário dos outros animais (seres viventes) necessita muito mais do que simples rações diárias de sobrevivência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comunistas incentivam e glamourizam os criminosos.

GLAMOURIZIÇÃO DO CRIME:                                                                                                        Não é verda...