sexta-feira, 3 de julho de 2015

Os evangélicos e a meretriz.



Numa pequena cidade do Ceará, a proprietária de um cabaré resolveu construir um anexo para ampliar o seu negócio. Mas, havia por perto  uma Igreja evangélica cujo pastor e seu rebanho decidiram processar  a ''empreendedora'' alegando que a obra aumentaria ainda mais o movimento já intolerável do Cabaré. A obra, no entanto, foi concluída.  Uma semana depois, no entanto, um raio  destruiu a construção. A proprietária ,indignada com a campanha dos religiosos, processou a Igreja e o pastor pela ''intervenção Divina'' que destruiu a obra. A Igreja, em sua defesa alegou que não havia nenhuma prova substancial de uma intervenção divina no evento, a partir das orações dos fiéis.
O juiz que julgou a causa, disse na sentença: 'Pelo que li nos autos e entendi, temos, de um lado, a proprietária de um cabaré que acredita piamente nas orações e na intervenção divina e, do outro lado, uma Igreja inteira afirmando que as orações não valem nada.'

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CEGUEIRA DELIBERADA/LULA E DILMA?

Lula inaugurou  o ''eu não sabia'' no mensalão.Os dois maiores esquema de corrupção  do país prosperaram nos seus dois gove...