segunda-feira, 13 de julho de 2015

SAIBA MAIS SOBRE O MILIONÁRIO QUE AJUDOU JESUS.

José de Arimateia era um homem muito rico. Senador, membro do Sinédrio (Sinédrio era uma especie de STF do povo Judeu). Relatos bíblicos dão conta que, apesar disso, ele era um seguidor de Cristo.  Na madrugada em que Jesus foi preso, um emissário o convoca para uma sessão especial no sinédrio, para o julgamento de um TAL NAZARENO AGITADOR E BLASFEMO . Ao perceber que o tal prisioneiro era Jesus José de Arimatéia faz menção de defendê-lo, mas, temendo a reação dos seus companheiros desiste. De manhã, quando Jesus está para ser levado ao governador, José  vai até o palácio de Pilatos, que era seu amigo pessoal, PARA INSISTIR QUE JESUS ERA INOCENTE e pedir sua libertação.
Após o desaparecimento do corpo de Jesus, José é preso e abandonado por amigos e familiares e tem seus bens divididos entre sua família e o Sinédrio. Depois de 13 anos encarcerado, o novo governador da Judéia, Tibério Alexandre, sabendo de seu histórico e sua fama de grande comerciante, revisa seu processo e o liberta, se torna seu sócio e patrocina seu retorno aos negócios de exportação. José então faz nova fortuna, mas aplica seus ganhos de forma diferente: patrocinando as atividades dos novos cristãos e aproveitando as viagens para trabalhar como missionário. Morre em uma de suas viagens, devido a idade avançada, provavelmente de infarto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LULA E OS PROGRAMAS SOCIAIS E A LADROAGEM.

''Pelo alto grau de empobrecimento da população brasileira ela é conduzida a pensar pelo estômago, e não com a cabeça.É por isso qu...