sábado, 23 de janeiro de 2016

A minha lei contra os bandidos confere com a lei dos representantes de Cristo.na antiguidade.

As leis mudam com o tempo e,  o que era algo emanado de Deus se transformou num crime bárbaro nos nossos dias.Recentemente sugeri que os assaltantes homicidas e reincidentes fossem condenados à morte ,mas, na minha lei, não bastava simplesmente executar o facínora. A cerimônia teria um ritual especial e deveria ser televisionada por uma cadeia de TVs e rádios e em horário nobre para que a maioria da população assistisse ao vivo . Eu imaginava ser dono de uma ideia ,embora radical ,mas original  e eficaz .
Errei feio na minha presunção, pois no longínquo ano de 1252 ,há 863 anos ,portanto, O Papa Inocêncio IV publicou uma lei ,ou ATO Institucional de imediato vigor, o “Ad Exstirpanda”, AUTORIZANDO O USO DA TORTURA FÍSICA COMO FORMA DE FAZER AS VÍTIMAS SE CONVERTEREM AO CRISTIANISMO  Naquela época, o poder da Igreja estava intimamente ligado ao do estado. Mais terrível que qualquer episódio da história humana a Inquisição enterrou a Europa sob um milênio de trevas deixando um saldo de incontáveis vítimas de torturas e perseguições que eram condenadas pelos chamados “autos de fé” – ocasião em que é lida a sentença em praça pública E A VÍTIMA EXECUTADA NA FRENTE DE TODOS.

A NOVA MODALIDADE DE TRANSPORTE NO RIO.

Este equipamento, um submarino, será o meio de transporte doravante em dias de chuva intensa no Centro do Rio. A foto mostra o exemplar ope...