terça-feira, 22 de novembro de 2016

Seríamos, todos, ladrões?

Quando se tem a oportunidade  de furtar 5 reais levando para casa a caneta da empresa, não se perde a oportunidade. Quando se tem a oportunidade de furtar 25 reais  pegando uma nota mais alta , na hora do almoço,para a empresa reembolsar, não se perde a oportunidade. Quando se tem a oportunidade de roubar 30 reais de um artista comprando um DVD pirata, não perde a oportunidade. Quando se tem a oportunidade de furtar 250 reais comprando uma antena desbloqueada que pega sinal satélite de todas as TVs a cabo, não se perde a oportunidade. Quando se tem a oportunidade  de furtar 470 reais da Microsoft baixando um Windows craqueado num site ilegal, não se perde a oportunidade. Quando se tem a oportunidade de furtar 2 mil reais escondendo o defeito de um carro na hora de vendê-lo , enganado o comprador, não se perde a oportunidade. Muitos não perdem nenhuma oportunidade, devolvem a carteira mas furtam o dinheiro , sonegam o imposto de renda , dão endereço falso  para adquirir benefícios etc etc.. Bom ,se você trabalhasse no governo  e caísse no seu colo a oportunidade de roubar 1 milhão de reais, com certeza, você não perderia esta oportunidade. Tudo é, portanto, uma questão de acesso e oportunidade. O povo precisa entender que o problema do Brasil não é só de meia duzia de políticos, eles são apenas o reflexo de 200 milhões de oportunistas .
E acrescento, não se perde a oportunidade de fazer ligações de água e luz quando estas se apresentam fáceis e impunes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A FÓRMULA DA ESQUERDA DE MINAR A DEMOCRACIA.

A democracia não se configura tão somente pelas eleições diretas. O que caracterizada a democracia é uma complexa rede de direitos, obrigaç...