domingo, 18 de dezembro de 2016

PRIVATIZAÇÃO JÁ.

Privatização, palavra, demonizada nos tempos do PT, agora é fato consumado. Independentemente do aspecto ideológico, a privatização tornou-se, hoje, uma questão de sobrevivência. “Não é nem uma questão de escolha”,  “A privatização é um ponto fundamental para dar credibilidade e viabilidade ao ajuste fiscal.” Não faltariam razões mais nobres para justificar o repasse de estatais e de serviços públicos para a iniciativa privada – o aumento da eficiência, da produtividade e da competitividade, a qualidade da gestão, a redução do espaço para a corrupção. A privatização é um antídoto poderoso contra os privilégios do setor público, o tráfico de influência, o inchaço da máquina administrativa e a acomodação estimulada pela estabilidade no emprego do funcionalismo. O Estado-empresário drena recursos preciosos do Tesouro, que poderiam ser aplicados na melhoria de serviços essenciais, como educação, saúde e segurança, e multiplica os antros de corrupção.
O Estado de S.Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CRISTO E A PROFECIA DO FIM DO MUNDO.

MARCOS 13 2 E, respondendo Jesus, disse-lhe: Vês estes grandes edifícios? Não ficará pedra sobre pedra que não seja derrubada. 3 E, assen...